terça-feira, 26 de outubro de 2010

Resenha: “Gerenciamento de Riscos em Projetos”

Autores: Carlos A. Corrêa Salles Jr., Alonso M. Soler, J. Angelo S. do Valle e Roque Rabechini Jr.


Este livro tem como objetivo proporcionar uma visão diferenciada sobre o gerenciamento de Gerenciamento de Riscos em Projetos, freqüentemente visto como atividade secundária e não realizada na maioria dos projetos. O livro faz uma reflexão sobre qual a real importância do tema para projetos, e analisa quais os benefícios para os gerentes de projetos ao usar a metodologia.

O livro está estruturado em quatro capítulos, contextualizando riscos na história e nos diversos segmentos de negócios e abordando detalhadamente os processos, de forma clara e estruturada, possibilitando o domínio sobre a metodologia, e que tem como base os processos propostos no PMBok do PMI. O livro também procura transmitir ao leitor segurança no processo, de forma a possibilitar a gerência de riscos em projetos, mesmo sem termos dados históricos de riscos.

A analise histórica nos mostra que o risco está ligado ao simples ato de viver. Olhar para o futuro, que é a essência dos projetos, significa obrigatoriamente viver situações de incerteza, nas quais o risco esta presente. Planejar, sem levar em consideração as incertezas, significa achar que o futuro é meramente uma continuidade do passado, o que não é necessariamente verdade. E considerar as situações de incerteza (riscos), torna nossos planos e conseqüentemente nossas decisões, muito mais reais ou menos sujeitas a erros.

O livro também aborda o processo de análise dos riscos, comparando-o com o processo utilizado nos mercados financeiro e segurador, e mostrando que não há diferença na definição ou nos processos gerenciais dos riscos. Risco é uma incerteza, futura, com reflexos positivos ou negativos sobre seus objetivos. Esta definição abrangente demonstra que o risco em projeto em nada difere do risco operacional, do risco segurável ou do risco de negócio. Os processos propostos no PMBok para gerenciamento de riscos em projetos muito pouco diferem em sua essência dos processos utilizados nos mercados financeiros e segurador. Isso aponta que a metodologia proposta neste livro serve para gerenciar riscos de qualquer tipo, em qualquer nível na organização e em qualquer segmento de negócio.

As oportunidades e ameaças de negócio, constantes do Modelo SWOT, nada mais são do que riscos de negócio no nível estratégico e podem ser tratadas através da metodologia descrita neste livro.

fonte: http://www.mundopm.com.br/noticias/fgv.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário